Categorias
Saúde

O que é microcefalia

Microcefalia é uma condição neurológica da qual o tamanho da cabeça é menor que o tamanho normal para a idade da criança ou do feto. A palavra microcefalia vem do grego, da junção das palavras mikrós (pequeno) e kephalé (cabeça) também conhecida como nanocefalia. Basicamente trata-se da falta de crescimento cerebral, é também uma das causas de déficit intelectual.

Tipos de microcefalia

Ela pode ser congênita, se desenvolver nos primeiros anos de vida ou adquirida. Pode ser provocada pela exposição a substancias nocivas durante a gestação ou estar associadas a problemas genéticos hereditários.

Criança com Microcefalia
Criança com Microcefalia

Vários fatores podem fazer o feto sofrer os problemas que afetam o desenvolvimento normal da cabeça durante a gravidez. As causas são divididas em duas categorias: Congênitas e Pos-natais.

Congênitas

  • Consumo de álcool durante a gestação
  • Diabetes materna mal controlada
  • Anomalias genéticas
  • Hipotiroidismo materno
  • Insuficiência placentária
  • Infecções durante a gravidez, especialmente rubéola, citomegalovírus e toxoplasmose
  • Exposição a radiação de bombas atômicas

Pós-natais

  • Hipotiroidismo infantil
  • Má-formação do metabolismo
  • Insuficiência renal crônica
  • Síndromes por problemas genéticos (como Síndrome de Rett)
  • Infecções intra-craneais (encefalite e meningite)
  • Intoxicação por cobre
  • Anemia crônica infantil
  • Traumas disruptivos (como AVC)

Sintomas e tratamento

De acordo com a causa da microcefalia os sintomas podem apresentar déficit intelectual, atraso no desenvolvimento motor e da fala e pode prejudicar o desenvolvimento do corpo, em alguns casos convulsão.

Dependendo da causa, há tratamentos, mas não há cura. Em casos de infecções ou problemas relacionados a má-nutrição, o tratamento pode evitar o agravamento. Normalmente o tratamento é assistencial e sintomático.

Casos de Microcefalia no Brasil

No Brasil como em qualquer outro país sempre existem casos, mas especificamente em Outubro de 2015 o Ministério da Saúde afirmou que ouve um aumento drástico no numero de casos de microcefalia no estado de Pernambuco.  O ministro da saúde de Pernambuco declarou estado de emergência em saúde publica por causa da situação.

O Ministério da Saúde juntamente com o governo estadual e municipal investiga as causas do aumento, em Pernambuco a média de casos de microcefalia era de 10 casos por ano, mas somente este ano foram identificados 141 casos em 44 municípios do estado.

Rumores dão a entender que as causas estão ligadas a um vírus recém descoberto, o zika vírus, identificado pela primeira vez no Brasil em Abril deste ano (2015). De acordo com a Secretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SEVS/SES-PE), algumas das mulheres apresentaram sintomas de pessoas infectadas pelo vírus, mas não há evidências suficientes para associar os casos de microcefalia ao vírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *